25 de out de 2015

Filme "O primo Basílio"

Descortinando as armadilhas da educação romântica.
Observem como Eça de Queirós, à semelhança da obra machadiana, descortinará o real acobertado pelas armadilhas da fantasia e mostrará a verdadeira faceta do ser humano.

A adaptação fílmica é ótima, mas não supera o livro, tá?!!

A história se passa em São Paulo, em 1958. Luísa é uma jovem romântica, frágil e sonhadora, casada com Jorge, um engenheiro envolvido na construção da nova capital nacional, Brasília. O casal faz parte da alta sociedade de São Paulo. Quando Jorge é chamado para Brasília a trabalho, Luísa reencontra seu primo Basílio, sua paixão da juventude. Ela está entediada, sozinha em casa com as empregadas Juliana e Joana. Mas seu tédio não dura muito, pois o primo começa a visitá-la. E Basílio é pouco discreto sobre suas intenções e não demora muito para que ele conquiste Luísa com as histórias de suas viagens pela Europa. As saídas frequentes da moça com seu primo dão o que falar na vizinhança, mas o verdadeiro problema é a amarga empregada Juliana, que consegue provas para chantagear sua patroa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Flickr