21 de mar de 2013

Questão 1º Ano comentada: gêneros literários


Questão aberta 1º Ano: Gêneros Literários

Leia com atenção um trecho da obra clássica A Odisseia, de Homero, a letra da canção Homem-aranha, cujo áudio ouvimos em sala de aula, e a reportagem veiculada em alguns jornais nesta semana:



TEXTO I:
O homem canta-me, ó Musa, o multifacetado, que muitos         
males padeceu, depois de arrasar Troia, cidadela sacra.
Viu cidades e conheceu costumes de muitos mortais. No
mar, inúmeras dores feriram-lhe o coração, empenhado em
salvar a vida e garantir o regresso dos companheiros. Mas
não conseguiu contê-los, ainda que abnegado. Pereceram.
vítimas de suas presunçosas loucuras. Crianções! Forraram
a pança com a carne das vacas de Hélio Hipérion. Este os
privou, por isso do dia do regresso. Das muitas façanhas,
Deusa, filha de Zeus, conta-nos algumas a teu critério.

Fonte: A Odisseia, de Homero. Tradução de Donaldo Shuller.



TEXTO II:
Eu adoro andar no abismo
Numa noite viril de perseguição
Saltando entre os edifícios
Vi você!...

Em poder de um fugitivo
Que cercado pela polícia
Te fez refém
Lá nos precipícios
Foi paixão à primeira vista...

Me joguei de onde o céu arranha
Te salvando com a minha teia
Prazer!
Me chamam de Homem-Aranha
Seu herói!...

Hoje o herói aguenta o peso
Das compras do mês
No telhado, ajeitando
A antena da tevê
Acordado a noite inteira
Pra ninar bebê...

Chega de bandido pra prender
De bala perdida pra deter
Eu tenho uma ideia:
Você na minha teia...

Chega de assalto pra impedir
Seja em Brasília ou aqui
Eu tive a grande ideia:
Você na minha teia...

Hoje eu estou nas suas mãos
Nessa sua ingênua sedução
Que me pegou na veia
Eu tô na tua teia...

[...]




Fonte: http://letras.mus.br/jorge-vercillo/63282/. Acesso em 06 de março de 2013.

TEXTO II:
Câmeras do circuito interno de TV de uma delegacia em Bradford, no norte da Inglaterra, registraram o momento em que um homem vestido de Batman entregou às autoridades um criminoso procurado pela polícia.
O caso ocorreu no último dia 25 de fevereiro.
Segundo a polícia, o homem-morcego apareceu na delegacia de madrugada levando um jovem de 27 anos acusado de porte de objetos roubados e fraude.
"A pessoa que trouxe o homem estava vestida com uma fantasia de Batman. A sua identidade, entretanto, permanece desconhecida". O suspeito irá a julgamento na próxima sexta-feira, dia 8 de março.

INSTRUÇÃO: Usando como referência as informações obtidas através da explanação do conteúdo em sala de aula, conhecimentos sobre os gêneros literários e seu senso crítico, produza um parágrafo-texto de, aproximadamente, 10 linhas, demonstrando como as características do herói, postuladas por Aristóteles, têm sofrido modificações ao longo da história da humanidade. Demonstre como as necessidades humanas, individuais e coletivas, têm contribuído para a mudança da percepção sobre quem é herói hoje em dia e sobre quais inimigos, de fato, se luta (É importante, conforme visto em sala, traçar a trajetória das modificações sofridas pelo herói, da Antiguidade ao cenário atual). (2,0)

No momento de produzir seu parágrafo-texto, fique atento:
- Uma resposta a uma questão dissertativa, por menor que seja, é sempre um texto. Sendo assim, seja claro,  coeso, coerente. Faça um texto com encadeamento lógico: introdução, desenvolvimento e conclusão.
- Não responda às questões copiando frases dos textos motivadores. Leia, atentamente, o material que está  sendo analisado e construa a resposta com o seu  próprio discurso. Os recortes de frases devem ser feitos apenas quando se tratar de exemplos, respeitando, inclusive, o uso das aspas e a citação das referências.

RESPOSTA ALMEJADA:

Na Antiguidade Clássica, o herói grego épico era um ser com uma missão: enviado pelos deuses, deveria lutar por si e pelo seu povo.  Com Os Lusíadas, de Camões, o herói não é mais um sujeito particular, mas sim uma nação, que realiza feitos grandiosos, ilustres. Hoje, o herói aos moldes aristotélicos cedeu lugar ao cidadão comum, limitado, mas que luta para driblar os problemas cotidianos e vencer inimigos como a violência, a corrupção e a vida enlouquecedora do mundo moderno. 




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Flickr