21 de ago de 2011

Metamorfoses

 
Não haverá borboletas se a vida não passar por longas e silenciosas metamorfoses. 
 Rubem Alves

Um comentário:

  1. Dani, confesso que estou neste momento dentro do casulo.No escuro, silenciosa e perdida.A calmaria se instala, mas o medo da ruptura, faz com que eu me encolha, sem coragem para arrebatar-me, para sair...Mais uma metamorfose, neste momento, procuro forças...

    bjo

    ResponderExcluir

Flickr