1 de jul de 2011

Incômoda

Uma das maiores lutas que por vezes sinto espreitar meus olhos é aquela que travo contra mim. Ou talvez contra o não saber defender-me das expectativas alheias, as quais acabam se tornando minhas e entrando para a lista das coisas que "se tem que ter, fazer ou viver". Chato isso! Minha solteirice incomoda e me faz alvo de comentários que me expõem. Já o incômodo que sinto por tanto tempo sozinha não é maior que a vontade que tenho de encontrar a pessoa certa, aquela que se ajustará aos meus valores e eu aos dela. Não gosto que me olhem como a triste solitária ou propagandeiem-me como se aqui morasse um ser que está em busca de alguém, seja lá quem essa pessoa for. Não! Tenho amor próprio, gosto de ser quem sou, encontro beleza no meu sorriso largo e não invejo as altas e curvilíneas. Com corpo mignon, estou mais para menina que para mulher, coisa que (pasmem!)amo! Não sinto falta de ter corpão, não me assemelho às hortifrutigranjeiras. Minha ambição é ver minh'alma vestida de grandeza, mesmo no meu manequim 36.
Como todo mundo, sonho com um amor verdadeiro, acho que viver apaixonado é uma das belezas da caminhada nesta Terra fria e penso que inverno e calor de namorado combinam como queijo com goiabada. Não sou santa, mas se quiserem uma namorada devassa, uma companheira para a balada ou para dividir o gosto por sabores alcoólicos não sirvo mesmo. Apesar disso, garanto que sem graça e insossa não são palavras que combinam com quem sou. Nem de longe!
Na vida, o medo que tenho é de não ser feliz, sozinha ou acompanhada.
Já me deixaram uma vez, nem por isso quero deixar alguém. Quero achar liberdade sendo presa da minha presa. Meu anseio é amar sem querer ir, sem me despedir, nem do outro nem de mim. 

2 comentários:

  1. Gostei de ter lido o seu texto tão sincero com seus sentimentos que permite você ter uma afirmação, uma postura positiva a seu próprio respeito e em relação a opiniões de pessoas que muitas das vezes só nos entristecem. Hoje como adulto, já passei por isso e numa época de menas liberdade do que nos dias de hoje.E Ainda tentando...Em Deus, sem a pressão de antes ,mas desejando está realmente bem, feliz para mim .

    ResponderExcluir
  2. Oi Dani! Tudo bem com vc? Dani, queria q vc me passasse o link dos livros do PAES 2011 pra baixar, pra eu ir lendo durante as férias. Aguardo sua resposta.

    P.S.: Belo texto. Vc é demais! Rsrs

    ResponderExcluir

Flickr