7 de jan de 2011

Eu vou me vingar sendo feliz

"(...) a gente pode, sim, ser feliz. A gente pode até se vingar de toda a chatice, a grossura, a crueldade e angústia, — sendo feliz. Lembro a história da filha adolescente de um amigo, que, rejeitada pelo namorado, passou uns dias em profunda tristeza, mas de repente apareceu na sala, perfumada, olhos brilhantes, pronta para sair. O pai interroga: Ué, filha, voltou com seu namorado? Resposta de inesquecível sabedoria:
Não, pai, eu vou me vingar sendo feliz."

Lya Luft

Um comentário:

  1. Dani, amo este trecho, assim também como a autora.Que bom que voltou a postar coisas lindas!Estava com saudade de visitar seu blog.
    Abraços carinhosos,

    Déia

    ResponderExcluir

Flickr