5 de jul de 2010

Dê-me corda


Nem tão extrovertida que o acanhamento não alcance.
Nem tão sorridente que não conheça o gosto salgado da lágrima furtiva.
Permanente é só essa alma de águia e o desejo de ir além, de abençoar a muitos
e caminhar neste mundo desafiando a escuridão.

Um comentário:

  1. Oi Dani!!! Pois é, moça... Mais uma adepta. Vou precisar de sua ajuda, sim! Muito!
    Beijinhos e boas férias!

    ResponderExcluir

Flickr